Pular para o conteúdo principal

Postagens

Você sabe quais são os ingredientes presentes nos seus produtos de beleza?

Cerca de 60% dos ingredientes dos cosméticos são absorvidos pela pele em apenas 15min. E na sua maioria são produtos nocivos ao corpo e ao meio ambiente. Tais produtos, que são utilizados em larga escala, como conservantes e que tem o objetivo de aumentar a vida útil dos cosméticos, são apontados em pesquisas como um dos principais causadores do câncer de mama. O mais conhecido e usado é o parebeno, que tem um custo baixíssimo para a indústria.


Na lista de produtos altamente alérgicos e nocivos a pele e ao ambiente estão também os petrolátos, sulfato, o alumíno e o chumbo.Porém com todas as pesquisas feitas e divulgadas que fazem uma relação do uso desses produtos a doenças a única coisa que podemos afirmar ao certo, é que há sim, riscos a nossa saúde ao utilizarmos diariamente esses produtos, tais riscos vão desde uma reação alérgica a infertilidade e a até a contribuição para o desenvolvimento de um câncer. O chumbo, por exemplo, que é muito presente em batons, maquiagens e tinturas…
Postagens recentes

Porque os tubinhos de manteiga de cacau não são a melhor escolha para hidratar os lábios?

Porque os tubinhos de manteiga de cacau não são a melhor escolha para hidratar seus lábios no inverno? É só esfriar que nossos lábios começam a sentir os efeitos dos dias frios, a pele começa a rachar e soltar as camadas de pele morta e nós corremos comprar tubinhos de manteiga de cacau. Porém a manteiga de cacau pura não é a melhor opção para manter os lábios hidratados e saudáveis durante o inverno. Sabe por quê? Porque a função da manteiga de cacau é criar uma película protetora na pele para evitar futuras rachaduras, ela age como um lubrificante natural e é indicado para quem já tem a pele dos lábios saudáveis e quer prevenir a pele das rachaduras causadas pelo frio. Então o que fazer e o que usar? Primeiro evite ficar umedecendo os lábios com a saliva, pois os sais contidos na saliva e seu PH fazem com que as rachaduras só aumentem. Evite o uso de batons de cores fortes quando os lábios estão rachados, pois batons comuns contêm muitos corantes sintéticos, o que aumenta os ri…

A menos que você se importe de montão nada vai melhorar. Não vai não!

A pele é o maior órgão do corpo humano, e como tal, deve e merece ser cuidada da mesma forma que cuidamos da nossa alimentação! Será mesmo que precisamos de tantos produtos sintéticos para manter a saúde e beleza do nosso corpo?  Produtos estes que muitas vezes utilizam em seus processos de produção químicas agressivas, testes em animais e geração de resíduos não-biodegradáveis. Devido a questionamentos como esses e pela procura de produtos de higiene e beleza que sejam mais sustentáveis, livres de crueldade animal e mais naturais que a Aromateca surgiu.

Além disso, como habitantes de uma ecosfera que nos dá tudo o que precisamos par sobreviver, temos a responsabilidade socioambiental de mantê-la viva... pensando nesses princípios, criamos o Projeto Unless.    Unless busca plantar o maior número de árvores nativas possível, de forma responsável e em locais em que terão a oportunidade de desenvolver-se plenamente sem o risco de serem cortadas. Qualquer pessoa pode participar: basta en…

Alecrim, alecrim dourado... Ah o alecrim com seu cheiro amadeirado que lembra palco!

Rosmarinus officinalis o Alecrim, é de originário da costa do Mar Mediterrâneo, conhecido também como rosmarinus, nome que vem do latim e significa rosa que vem do mar. O alecrim já era utilizado há muitos séculos pelos romanos e se espalhou pela Europa através dos primeiros monges cristãos, tornando-se muito popular nos jardins dos conventos onde era utilizado para fins medicinais, mas também era colocado nos armários para afastar traças e queimado nos quartos para purificar o ambiente a onde ficavam os doentes. Já no Brasil chegou junto com os colonizadores e se espalhou graças aos bandeirantes, ambos também usavam a erva para tratar doenças.
O Alecrim contém óleos voláteis, borneol, canfeno, cânfora, cineol, matéria amarga e resinosa, grande quantidade de taninos, glicólicos, flavonoides e ácido rosmarínico. É um estimulante da circulação cerebral, aumenta o fluxo de sangue no couro cabeludo sendo muito eficaz no combate à queda de cabelo. Pode ser usado em xampus, ou em forma de in…

Calêndula, Marigold, Malmequeres o que tens de tão especial?

Calêndula, planta de flores amarelas ou alaranjadas, muito conhecida em algumas regiões do Brasil como malmequeres é cultivada para uso medicinal há séculos, foi muito utilizada pelos médicos na guerra civil americana e nas guerras da Europa devido a sua ação bactericida, anti-inflamatória, cicatrizante e antisséptica, além de ser utilizada em cosméticos naturais e medicamentos fitoterápicos.
Existem cerca de 12 a 20 espécies agrupadas sob o gênero Calendula, a mais usada nas medicinas populares e na cosmética natural, e única estudada pela ciência até hoje é aCalendula officinalis, entretantoCalendula arvensisCalendula maritima, também são populares e utilizadas pelas medicinas.
 A Calendula officinalis  contém carotenoides, resinas, óleo essencial, flavonoides, esterol sapoinas e mucilagem. É utilizada em forma de compressas, pomadas, sabonetes ou óleos, suas pétalas curam e aliviam todo tipo de problemas de pele, psoríases, acne, queimaduras, e é ainda anti-inflamatória, antifúngic…

Você sabe da onde surgiu o sabão?

Acredita-se que a criação do sabão tenha sido acidental, não se sabe ao certo a data nem quem foi o responsável pela descoberta desse processo. Sabe-se apenas que, quando a gordura animal contaminada com cinzas de fogão era fervida,  um coalho branco se formava sobre a mistura, que era utilizada pelas mulheres para lavar roupas. Em 1792, Nicolau Leblanc, químico francês, extraiu soda cáustica do sal de cozinha, que passou a ser utilizada para facilitar o processo de saponificação de gorduras, porém tal processo era muito poluente. Mais tarde, Ernest Solvay, químico belga criou o processo de obtenção da soda cáustica a partir do amoníaco. Tais processos contribuíram para o desenvolvimento da indústria do sabão. Em 1766, a Zona de Castelo Branco em Portugal tornou-se a maior indústria saboeira da Europa, criando-se a Real Fábrica de Sabão situada em Belver, no concelho de Gavião, onde a fabricação e a venda de sabão só se encerraram em 1858. No reinado de D. João I, a arte da saboari…